A explosão dos Poker Teams – Beatriz Fonseca

Com o BOOMM do Poker o Mercado cresceu na mesma proporção que os jogadores (estima-se que o Brasil é o País com o maior crescimento em número de players). Não são só as Salas, Clubes, Escolas Online, …, com a tão almejada profissionalização, vemos um grande número de Teams.

Mas o que é um Team? Como funcionam? Por que fazer parte de um?

Para nos ajudar a responder estas questões, convidamos as Meninas que fazem parte de Teams da Sala de Poker Betmotion. Todas muito solícitas! Agradecemos por compartilharem suas experiências conosco!

Para iniciar essa série de bate papo, contamos com a colaboração da Beatriz Fonseca, integrante do CCK Poker Team.

Beatriz Fonseca CCK Poker Team
Beatriz Fonseca
CCK Poker Team

 

Queens of Poker: Como foi teu primeiro contato com o Poker?

Beatriz Fonseca: Foi através de um ex namorado que jogava recreativamente, não gostava que ele jogasse, mas de tanto insistir, acabei criando uma conta num site pra jogar dinheiro fictício, ele me ensinou o básico do básico, coisas como “tem que fazer par” rsrs Nós terminamos, eu continuei e ele parou.

Queens of Poker:  Como surgiu a oportunidade de fazer parte do Team do Betmotion?

Beatriz Fonseca: Meu primeiro contato com um time do betmotion foi através do CCK em 2012, o Andrei “Porco Espinho” me convidou pra fazer parte do time logo no início, eu não tinha a menor noção de poker mesmo, era muito, muito, muito ruim e acabei saindo. No início do ano, um amigo me indicou para o Troll Team e com as aulas do Bruno Jerônimo, pude aprender um pouco mais. Logo depois veio a oportunidade de fazer parte do Ladies Team por um curto período de tempo e, aí veio o divisor de águas pra mim, o meu retorno pro CCK em Agosto/2013.

Queens of Poker: É casada ou namora? O parceiro e família apoiam?

Beatriz Fonseca: Não sou casada e nem namoro. Minha família não aceitava no início, mas depois viram que era realmente o que eu queria e hoje me dão total apoio, torcem e incentivam. Meu pai até me cobra nos dias que me vê sem jogar rsrsrs

Queens of Poker:  Como é sua rotina?

Beatriz Fonseca: Normalmente inicio o grind as 14h e vou até 1h, faço tudo o que tenho pra fazer antes desse horário pra poder jogar tranquila e focada. Quando vou para os lives, procuro descansar o máximo que posso antes da viagem e dormir o mais cedo possível nos dias de jogo.

Queens of Poker:  O Team oferece coach? Como funciona? Quem ministra?

Beatriz Fonseca: Sim, temos coachings semanais com os instrutores do CCK, Flávio Nakatani (um dos maiores ganhadores da rede microgaming) e o Carlos “Bola de Gude” Galvão, feitos com reviews de torneios dos próprios jogadores do time e também de alguns profissionais que eles achem interessante pro nosso aprendizado, além do acompanhamento diário via áudio em todas as retas finais.

Queens of Poker:  Quais outros benefícios há em fazer parte do Team?

Beatriz Fonseca: Trocar experiências com os outros jogadores, não só sobre o game em si, mas sobre a rotina e também sobre problemas. Posso dizer que o nosso benefício no CCK é sermos uma família, um cuida do outro, se preocupa, brinca e aprende. O Poker mexe muito com o psicológico e ter pessoas ao lado que te fortalecem e te empurram pra frente é maravilhoso. Além de acompanharmos o jogo uns dos outros e ter a oporunidade de corrigir os leaks em tempo real.

Queens of Poker:  Qual a média de deal dos Teams?

Beatriz Fonseca: Gira em torno de 25 a 50%, dificilmente vai ser mais do que isso.

Queens of Poker:  Tempo de dedicação?

Beatriz Fonseca: Eu acredito que o poker exija tempo de dedicação integral, tudo o que você vai fazer, tem que pensar se não vai afetar a sua disposição e o tempo de estudo individual que é muito importante,  até enquanto você está acompanhando alguém  em alguma reta está se dedicando, aprendendo e aprimorando seu jogo.

Queens of Poker:  Como é a relação com os demais integrantes?

Beatriz Fonseca: O pessoal do CCK se trata como uma família mesmo, temos uma relação bem gostosa, nos damos bem, brincamos, brigamos as vezes, mas nos respeitamos muito.

Queens of Poker:  Os eventos ao vivo são patrocinados?

Beatriz Fonseca: Sim, não acontece em todos os casos, mas no meu são sim.

Queens of Poker:  O Poker é tua única profissão ou exerce mais alguma atividade?

Beatriz Fonseca: Não, me dedico somente ao poker.

Queens of Poker:  O que mudou no teu jogo e na tua vida ao fazer parte do Team?

Beatriz Fonseca: Tudo rsrs Aprendi a ter disciplina, a trabalhar em grupo, ficar feliz pelo resultado dos outros. O meu jogo de junho/2013 pra hoje melhorou absurdamente, não tem nem como comparar, ter alguém te acompanhando o tempo todo e te corrigindo, te fazem crescer muito em pouquissimo tempo. É como aprender inglês em uma escola ou ir morar fora.

Twitter @beatrizlfonseca

Nick Betmotion beafonseca

Anúncios

4 comentários em “A explosão dos Poker Teams – Beatriz Fonseca”

  1. Parabéns Beatriz , por sua trajetória, um lindo exemplo! e nós do grupo e blog Queens of poker, agradecemos sua participação. obrigada por nos dar a oportunidade de mostrar uma carreira baseada em trabalho e estudo.
    Bjs GL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s