Ranking Ladies by Queens of Poker 2017

Iniciamos nosso quarto ano de Projeto Queens of Poker com nossos super Parceiros Betmotion Poker e BSOP-Brazilian Series Of Poker!

Em 2016 levamos dez meninas para participar do Evento Ladies do BSOP Millions! Foi uma experiência incrível conhecer as Campeãs do Ranking, suas histórias e o que Poker representa para cada uma!

Campeãs do Ranking 2016 no BSOP Millions

 

Conosco desde o início desse projeto, nosso super parceiro, Betmotion, garantirá 100 dólares por etapa e premiará as três melhores colocadas do Ranking Mensal com dinheiro, para dar aquele up na bankroll!

Premiaremos as DEZ melhores colocadas no Ranking Anual com o buyn do Evento Ladies Only do BSOP Millions! Cortesia do Betmotion e do BSOP – Brazilian Series Of Poker!

BETMOTION

LOGO BSOP

Quer conquistar uma vaga para esse grande evento? Então inscreva-se em nossos torneios que ocorrem aos domingos, no Betmotion Poker!

Para participar, basta ter uma conta ativa no Betmotion e informar nome, nickname e login em nosso Grupo no Facebook.

Se você já participou de algum dos nossos eventos só precisa se inscrever nos torneios, localizados na aba ESPECIAL do lobby do Betmotion.

Leia abaixo o regulamento e participe!

 

Regulamento Geral

  1. O Betmotion Poker disponibilizará a partir de maio de 2017 uma série de torneios semanais em que as jogadoras melhores classificadas somam pontos para o ranking do site, chamado Ladies by Queens ofPoker.
  2. Os torneios são em formato de “Freebuy”, ou seja, não há valor de inscrição, podendo participar qualquer jogadora que tenha uma conta ativa no Betmotion Poker. Há as opções de rebuy no valor de $0,55 (55 centavos de Dólar para 2 mil fichas) ilimitados na primeira hora, mais add-on de $0,55 (55 centavos de Dólar para 4 mil fichas). Inscrição tardia até o final da primeira hora/final do rebuy.
  3. As etapas ocorrerão uma vez por semana, sempre aos Domingos às 19h00 (horário de Brasília) e terão como premiação o valor de $100 (Cem Dólares) garantidos que serão distribuídos entre as 15% melhores colocadas de cada etapa.
  4. O ranking mensal será disputado em 4 (quatro) etapas/torneios. Agenda de torneios:

 

  1. O sistema de pontuação para as jogadoras respeitará o seguinte critério:
  2. O critério que determinará as ganhadoras será os pontos acumulados nas etapas.
  3. Em caso de empate de pontos o critério de desempate para cada fase será o número de mesas finais que cada jogadora empatada fizer. Caso o empate persista, será analisado o desempenho em termos de posições nas mesas finais para determinar a ganhadora.
  4. BetmotionPoker , BSOP e Queens ofPoker poderão divulgar, a seu critério, o apelido e nome das jogadoras, bem como a classificação e mãos jogadas por qualquer jogadora a título de informação nos meios que achar mais adequado. Poderá ainda solicitar uma foto para a divulgação da competição e/ou algum depoimento e/ou entrevista.
  5. As etapas poderão sofrer alteração de horário de acordo com o horário de verão vigente na data, eximindo o Betmotion de qualquer problema que possa ocorrer por conta disso.
  6. Inscrição: Os torneios serão para convidadas. As participantes deverão ser membros do Grupo Queens ofPoker no Facebook e através deste canal informar nome, login e nickname no BetmotionPoker, observando a devida antecedência. Informar no dia do evento não garantirá a participação no mesmo. O ranking é aberto somente para pessoas do sexo feminino.
  7. Premiação dos Rankings mensais: as campeãs serão definidas pela somatória de pontos do Ranking mensal. A campeã ganhará setenta dólares, vice campeã trinta dólares e a terceira vinte dólares, prêmios que serão creditados diretamente nas respectivas contas, no Betmotion Poker.
  8. Premiação do Ranking Anual: as campeãs serão definidas pela somatória de pontos de todos os Rankings mensais, de maio a novembro. Se houver empate, serão considerados os critérios de desempate descritos no item número 7. As campeãs ganharão um buy-in do Ladies Event do BSOP Millions, cortesia do BSOP e Betmotion. Serão dez premiadas, sendo que na impossibilidade de participação, o prêmio será transferido para a participante subsequente no quesito pontuação (o buy-in não é cumulativo). Demais custos, como traslado e estadia, correrão por conta da participante. Poderá ser solicitada a caracterização com boné, patches ou camiseta do BetmotionPoker, Queens of Poker e BSOP/Grupo SuperPoker durante o evento.
  9. Não há data definida para o BSOP Millions e podendo este ocorrer antes do término das etapas pré-agendadas, o BetmotionPoker poderá encerrar o Ranking, com a finalidade de determinar as campeãs do ano, a qualquer momento.
  10. Os prêmios acima descritos não poderão ser trocados ou substituídos por dinheiro.
  11. O Ranking é exclusivo para mulheres. No caso de existir um jogador do sexo masculino, os prêmios não serão concedidos. Poderão ser solicitados documentos oficiais para fins de comprovação.
Anúncios

PROMOÇÃO COACHING ROSE GAMBIT

O Queens of Poker trás mais uma parceria de peso! Rose Gambit, jogadora profissional de poker e integrante do Team Leo Bello, se une a nós para contribuir com esse projeto que tanto amamos!

Rose Gambit ministrará coachings em formato de aula teórica ou review de hand history para as campeãs de uma série de três torneios freeroll que ocorrerão no último domingo dos meses de agosto, setembro e outubro no Betmotion!

Nosso muito obrigado por reservar um tempo importante para esse projeto, compartilhando todo seu conhecimento e experiência! Muito nos honra a tua contribuição! Uma oportunidade única de aprendizado e crescimento!

Curtiram? Então conheçam mais a Rose na entrevista e confiram como participar!

Os torneios são exclusivos para mulheres, jogadoras cadastradas em nosso grupo no Facebook 

Os torneios ocorrerão nos dias:

Domingo, dia 28/08 às 20 horas

Domingo, dia 25/09 às 20 horas

Domingo, dia 30/10 às 20 horas 

Conte-nos um pouco de sua história, quando e como conheceu o poker.

Rose: Olá pessoal, meu nome é Rose! Sou estudante de educação física e antes de começar a jogar poker, eu dava aulas de tênis em um clube aqui da cidade (BH). No início de 2014 o tenista Rafael Nadal entrou para o PokerStars, foi quando eu vi as propagandas sobre o site e decidi aprender a jogar. Comecei a estudar o jogo nesta data, e mesmo dando aulas eu estudava umas 4hrs por dia, lendo livros, sites, blogs e vendo vídeos. Assinei algumas escolas de poker também. Em alguns meses os resultados começaram a aparecer e assim fiz mesa final de MicroMillions, Hot22, Cravei alguns torneios e construí um BR de mais de $3k, foi quando paguei meu primeiro coach.

Neste meio termo rompi o ligamento do punho, e precisei parar de dar aula para me preparar para um cirurgia, neste meio tempo conheci o Leo Bello.

543766_402066889876068_127456632_n

Como surgiu a oportunidade de fazer parte do Leo Bello Poker Team?

Rose: Quando precisei dar uma pausa nas minhas aulas, o poker já começava a dar resultados regulares, eu vencia com muita freqüência os SitnGos de 45p e 180p e já era lucrativa em Mtts. Sabia que se focasse em estudar iria melhorar bastante.

Nesta época o Leo criou o seu time e eu fiz inscrição no site dele para participar, fui selecionada, ele me ligou conversamos e fizemos o Deal! Eu queria conhecimento e ele alguém interessada em aprender e se dedicar. Então formou!

Tenho um aprendizado muito constante no time, já estou com o Leo a quase 2 anos, é meu terceiro contrato, e hoje sou coach do time também.

Aprendo um pouquinho todos os dias com ele e com outros jogadores, o clima no time é de muita amizade e companheirismo como uma família, todos tentam se ajudar como podem e isto é benéfico a todos.

TEAM LEO BELLO

Como ocorreu a profissionalização? Já vivenciou uma grande downswing? Se positivo, quais atitudes tomou para superar essa fase?

Rose: Ocorreu no início de 2015 quando precisei me afastar do tênis e resolvi me dedicar exclusivamente ao poker como trabalho, mas mantendo a faculdade à qual estou quase me formando.

Entrei no time em Agosto/2014 e até a metade de Dezembro, cerca de 3 meses, tive uma downswing terrível -3k dólares! Os motivos foram que eu estava acostumada a jogar Mtt bem micro e SnG até $3.50 e de repente passei a jogar Mtts até $13.50, e eventualmente de $22 e cortei os SnG. Além disso, passei a jogar cerca de 700 mtts/mês. Isso tudo teve um impacto gigante no meu jogo, eu não estava preparada nem tecnicamente muito menos emocionalmente pra aquilo e logo os números mostraram isto. Foi uma fase onde quase eu desisti do poker, conversei muitas vezes com o Leo sobre isso, mas ele nunca me deixou desistir. Ele sempre enxergou em mim um potencial que eu mesma em alguns momentos duvidava. Então com paciência eu voltei a jogar SnG e diminui meu average buy in e naturalmente voltei a vencer tanto nos SnG quanto nos Mtts, também mudei os horarios de grind, buscando os horários mais “fáceis”, fiz várias FTs de mtts e venci alguns.
Até que finalmente no dia 1 do Scoop eu fiz HU num torneio regular e ainda me classifiquei pro dia 2 do Scoop, no dia seguinte acordei e antes do grind conversei por 1 hora com o Leo sobre várias coisas inclusive estratégia para aquele momento e muito focada bati meu melhor prêmio até então fazendo Deal no 5handed e levando a premiação do 3° lugar,  dali em diante as coisas fluíram com naturalidade.

Como é a sua rotina?

Rose: Atualmente minha rotina é super corrida, pois tenho que conciliar dar coach com ser jogadora e confesso que ainda tem sido difícil, estou me adaptando mas o meu lado de grinder está sofrendo muito com isso, meu volume de jogos caiu demais e com isso menos retas finais e menos Fts.

Por outro lado a parte de coachs vai indo bem.

Dou coach no time 2 a 3 vezes por semana além de outras obrigações da função, e dou coach particular mais 2 vezes (pelo menos).

Geralmente coach no time na parte da manhã Segunda e Sexta feira as vezes em grupo, as vezes para um jogador específico e após isso eu grindo.
Alguns dias eu faço live session com alguns jogadores mais iniciantes do time também, para eles verem aplicando o jogo na prática.

Eu “tento” fazer uma caminhada na parte da manhã antes das atividades, confesso que nos últimos 40 dias tem sido puxado, mas eu tento e não tenho dúvidas que quando faço isso me ajuda demais da conta!

E tiro um dia da semana pra ficar off poker. Assisto seriados, jogo video game, vou ao cinema e durmo mais que a cama kkkkk.

11838937_870451069704312_7109150599845718708_o

O que a motivou a contribuir com o nosso projeto?

Rose: Resolvi contribuir para o projeto porque sei da dificuldade que o grupo tem em conseguir ajuda externa e achei que poderia contribuir de alguma forma. Como vocês leram acima a minha rotina está bem apertada mas eu sei que poderia encaixar um coach mensal para ajudar jogadoras aqui do grupo a evoluírem mais, e se darem melhor nos torneios.

A mensagem que eu deixo é que se estiver disposta a dedicar mesmo e focar muita energia nisto é possível. Acreditem quando eu digo que não é e nunca será fácil, principalmente na parte emocional, pois passamos por momentos muito difíceis no jogo que afetam a vida pessoal. Mas com muita calma, dedicação e alguém mais experiente te ajudando as coisas ficam menos difíceis.

Agradeço a parceria do grupo e fiquem a vontade para entrar em contato comigo. Vou deixar algumas formas de contato abaixo.

Um beijo a todas e vamo que vamo!
#euacredito!

rose-gambit

Contatos:

Facebook 

Página Facebook

Site

Twitter

Nick Betmotion: “RoseGambit”

Nick PokerStars: “Rose Gambit”

 

Convocação Queens of Poker

Iniciando nosso terceiro ano de existência, tentamos ao máximo buscar oportunidades para nossas participantes. Para isso, não só contamos, mas precisamos da participação de vocês.

Observem que o Queens of Poker não tem fins lucrativos, eu  e a Mercedes Henriques não temos nenhum tipo de remuneração, premiação, patrocínio pessoal, presentes/brindes/buyns ou afins. Fazemos por amor e por crer que juntas somos mais fortes, que devemos ter nosso espaço, opinar e nos ajudar mutuamente.

Não somos profissionais, somos jogadoras amadoras que investem tempo e dinheiro nesse projeto. Por isso pedimos que nos prestigiem, mostrem a nossa força, tragam mais meninas.

Você que já possui representatividade/notoriedade (independente do sexo), fale de nós, ajude-nos! A contribuição não é restrita a dinheiro. Todos podem colaborar com posts (nosso site é um canal e espaço de todos), coachings, contribuição com livros para sorteios/promoções, enfim, iniciativas que visam crescimento/aprimoramento das mulheres no poker.

Mandem seus resultados para que possamos compartilhar e que inspiram a todas nós.

Só assim, resultado de um esforço conjunto, esse projeto terá longevidade e alcançará novos patrocinadores, conseqüentemente, mais oportunidades para todas.

Nosso muitíssimo obrigado a todas as meninas e parceiros que nos apóiam e ajudam na divulgação desse projeto que tanto batalhamos para manter e crescer.

Beijos Queens, jogadoras guerreiras de todo o Brasil!

Mercedes e Lizia
Mercedes Henriques e Lizia Trevisan, fundadoras do Queens of Poker

Ranking Ladies by Queens of Poker 2016

Então meninas! Chega de férias!!! Começando o terceiro ano do Queens of Poker com grandes novidades!

Estamos muito felizes por conseguir novamente parcerias importantes que nos apóiam, investem e acreditam no potencial do público feminino no poker!

Conosco desde o início desse projeto, nosso super parceiro, Betmotion, garantirá 100 dólares por etapa e premiará as três melhores colocadas do Ranking Mensal com dinheiro, para dar aquele up na bankroll!

A grande novidade é que premiaremos as DEZ melhores colocadas no Ranking Anual com o buyn do Evento Ladies Only do BSOP Millions! Cortesia do Betmotion e da nossa nova parceria de peso, o BSOP – Brazilian Series Of Poker!

BETMOTION

LOGO BSOP

Quer conquistar uma vaga para esse grande evento? Então inscreva-se em nossos torneios que ocorrem aos domingos, no Betmotion Poker!

Para participar, basta ter uma conta ativa no Betmotion e informar o nickname em nosso grupo no Facebook:

Grupo Facebook Queens of Poker

Se você já participou de algum dos nossos eventos só precisa se inscrever nos torneios, localizados na aba ESPECIAL do lobby do Betmotion.

 Leia abaixo o regulamento e participe!

 

Regulamento Geral

  1. O Betmotion Poker disponibilizará a partir de março de 2016 uma série de torneios semanais em que as jogadoras melhores classificadas somam pontos para o ranking do site, chamado Ladies by Queens ofPoker.
  2. Os torneios são em formato de “Freebuy”, ou seja, não há valor de inscrição, podendo participar qualquer jogadora que tenha uma conta ativa no Betmotion Poker. Há as opções de rebuy no valor de $0,55 (55 centavos de Dólar para 2 mil fichas) ilimitados na primeira hora, mais add-on de $0,55 (55 centavos de Dólar para 4 mil fichas). Inscrição tardia até o final da primeira hora/final do rebuy.
  3. As etapas ocorrerão uma vez por semana, sempre aos Domingos às 19h00 (horário de Brasília) e terão como premiação o valor de $100 (Cem Dólares) garantidos que serão distribuídos entre as 15% melhores colocadas de cada etapa.
  4. O ranking mensal será disputado em 4 (quatro) etapas/torneios. Agenda de torneios:Calendário
  5. O sistema de pontuação para as jogadoras respeitará o seguinte critério:Pontuação
  6. O critério que determinará as ganhadoras será os pontos acumulados nas etapas.
  7. Em caso de empate de pontos o critério de desempate para cada fase será o número de mesas finais que cada jogadora empatada fizer. Caso o empate persista, será analisado o desempenho em termos de posições nas mesas finais para determinar a ganhadora.
  8. BetmotionPoker , BSOP e Queens ofPoker poderão divulgar, a seu critério, o apelido e nome das jogadoras, bem como a classificação e mãos jogadas por qualquer jogadora a título de informação nos meios que achar mais adequado. Poderá ainda solicitar uma foto para a divulgação da competição e/ou algum depoimento e/ou entrevista.
  9. As etapas poderão sofrer alteração de horário de acordo com o horário de verão vigente na data, eximindo o Betmotion de qualquer problema que possa ocorrer por conta disso.
  10. Inscrição: Os torneios serão para convidadas. As participantes deverão ser membros do Grupo Queens ofPoker no Facebook e através deste canal informar nome e nickname no BetmotionPoker, observando a devida antecedência. Informar no dia do evento não garantirá a participação no mesmo. O ranking é aberto somente para pessoas do sexo feminino.
  11. Premiação dos Rankings mensais: a campeã ganhará setenta dólares, vice campeã trinta dólares e a terceira vinte dólares, prêmios que serão creditados diretamente nas respectivas contas, no Betmotion Poker.
  12. Premiação do Ranking Anual: as campeãs serão definidas pela somatória de pontos de todos os Rankings mensais, de março a novembro. Se houver empate, serão considerados os critérios de desempate descritos no item número 7. As campeãs ganharão buy-in do Ladies Event do BSOP Millions, cortesia do BSOP e Betmotion. Poderá ser solicitada a caracterização com boné, patches ou camiseta do BetmotionPoker, Queens of Poker e BSOP/Grupo SuperPoker durante o evento.
  13. Não há data definida para o BSOP Millions e podendo este ocorrer antes do término das etapas pré agendadas, o BetmotionPoker poderá encerrar o Ranking, com a finalidade de determinar as campeãs do ano, a qualquer momento.
  14. Os prêmios acima descritos não poderão ser trocados ou substituídos por dinheiro.
  15. O Ranking é exclusivo para mulheres. No caso de existir um jogador do sexo masculino, os prêmios não serão concedidos. Poderão ser solicitados documentos oficiais para fins de comprovação.

QUEENS OF POKER 2016: PARCERIA BETMOTION

Em janeiro de 2014 eu (Lizia) me inscrevi no processo seletivo do Akkari Team Feminino. Fiquei entre as 20 pré selecionadas, mas não fui chamada. O bacana dessa experiência foi que contatei um monte de meninas, até então conhecia pouquíssimas jogadoras. Show a iniciativa do Akkari Team, mas analisando o todo não podemos esperar somente a iniciativa alheia. Temos que nos unir e organizar, opinar e criar oportunidades para todas. Assim tive a ideia de criar o Queens of Poker. Convidei duas jogadoras para tocar o projeto, a Mercedes, uma das primeiras jogadoras que conheci e que se tornou uma grande amiga, e a Jessica Alvarenga, que também foi uma das pré selecionadas, foi super receptiva e abraçou de cara a empreitada! Assim nasceu o Queens of Poker.

Mas e agora? O que fazer? Estávamos quebrando a cabeça quando uma luz se acendeu, o Betmotion! Sempre pioneiro no incentivo do público feminino, eles investiram no nosso projeto e juntos desenhamos o Raking do Queens of Poker. Também foram responsáveis por outro patrocínio incrível, o da Raise Editora. Não conhecíamos ninguém dos bastidores, éramos apenas três jogadoras amadoras com uma idéia e a vontade de fazer acontecer. Eles fizeram essa ponte e nos colocaram no mapa. Sem eles, dificilmente estaríamos aqui, iniciando nosso terceiro ano de existência e conquistas. Nossos agradecimentos aos queridos Leonardo Baptista e Fabrício Murakami, não só por apoiarem o projeto, mas por acreditar na gente, no nosso trabalho, na nossa idoneidade. Vocês são incríveis!

Tão incríveis que além dos cem dólares garantidos em todas as etapas e premiação em dinheiro para as três melhores colocadas dos Rankings mensais, o Betmotion dará cinco vagas para o Ladies Event do BSOP Millions 2016!

Serão ao todo dez vagas do Ladies Event do BSOP Millions 2016 distribuídas no Queens of Poker para as melhores colocadas do Ranking anual!

BETMOTION

 

Fabrício Murakami, Product Manager do Betmotion Poker, falou conosco sobre a Empresa, iniciativas e sua visão sobre o mercado feminino: 

Como o poker surgiu na tua vida profissional?

Fabrício: Fui contratado pelo Betmotion (na época o site chamava-se Apostou Ganhou) em 2009, pois a empresa queria implementar o Poker como uma de suas verticais.

O poker surgiu na minha vida em uma época bem difícil pessoalmente falando: estava desempregado, com a minha esposa grávida. Fiquei desempregado por mais ou menos um ano e meio, quando descobri o poker através de uma revista e comecei a estudar a teoria do jogo e jogar torneios online e alguns live (nessa época confesso que o Poker me ajudou a pagar algumas contas).
Algum tempo depois, já estava trabalhando, quando fiquei sabendo através das redes sociais, que uma empresa estava à procura de um profissional da área de Marketing que conhecesse o mercado do Poker. Foi aí que acabei fazendo algumas entrevistas e fui contratado.

Fabrício Murakami, Product Manager do Betmotion Poker
Fabrício Murakami, Product Manager do Betmotion Poker

 

O Betmotion possui a quanto tempo, em sua grade, torneios exclusivos para mulheres? O que motivou essa iniciativa?

Fabrício: Começamos com torneios exclusivos em 2010 junto a Khaty do Barbarella. Na época promovíamos juntos o ranking FIFTYs (que existe até hoje no Betmotion e que é um tremendo sucesso) e posteriormente veio os torneios exclusivos para o público feminino.

Como foi formar o primeiro e único Team exclusivo de mulheres?

Fabrício: A ideia foi do Lucas Arnold (do Troll Team do Betmotion). Ele criou a iniciativa e apoiamos a ideia por achar algo muito importante para o crescimento do poker junto ao público feminino.

Observando todo o histórico, podemos ver que o Betmotion sempre investiu no público feminino, seja através de torneios, Team ou jogadoras patrocinadas como Ale Braga, Carol Dupré e Milena Magrini. Qual a visão do Betmotion sobre as jogadoras, quando e por que decidiram investir nesse público?

Fabrício: Acreditamos que o poker é um esporte democrático onde, independente do gênero, faixa etária e condição física, proporciona aos praticantes algo muito bacana que é a igualdade. Por conta disso, investir nesse segmento foi apenas um meio de apresentar de forma mais abrangente esse status de igualdade.

Milena Magrini, Leonardo Baptista e Carol Dupré.
Milena Magrini, Leonardo Baptista e Carol Dupré.

 

Qual a importância de um torneio exclusivamente feminino?

Fabrício: Como comentei anteriormente, simplesmente para mostrar para as mulheres que estão iniciando, que se trata de um esporte democrático. Oferecer algo específico para esse público é apenas uma forma de abrir portas para que novas jogadoras recreativas se habituem a esse universo e possam jogar torneios normais em pé de igualdade com qualquer outro jogador.

Ale Braga
Ale Braga

 

Como o mercado vê o público feminino? Podemos dizer que é diferente dos homens?

Fabrício: O mercado hoje aceita muito melhor o público feminino do que há alguns anos atrás. Exemplo disso é que cada dia que passa, vemos mais mulheres disputando torneios ao vivo e jogando um poker de excelente nível! Muito embora o universo masculino seja muito maior nesse esporte (haja vista o número de jogadores x jogadoras em torneios), temos que concordar que o desenvolvimento das mulheres no Poker ao longo desses anos, tem sido notável!

O que motivou a parceria com o Queens of Poker, o que esperam e como contribuirão?

Fabrício: Em primeiro lugar conseguimos enxergar paixão no que vocês fazem! Vimos que vocês produzem, atualizam e trabalham em prol de um objetivo que é a divulgação do Poker dentro do universo feminino, sem olhar nenhum tipo de vantagem pessoal, simplesmente porque amam o esporte. Foi exatamente por isso que todos os anos tentamos melhorar a premiação, bem como procurar formas alternativas de deixar o Ranking Ladies cada vez mais atrativo para o público feminino.

Bom, primeiramente gostaria de agradecer demais a parceria da Queens of Poker, em especial na pessoa Mercedes e da Lizia e dizer que estamos muito satisfeitos com o trabalho desenvolvido por vocês ao longo desses anos de parceria. Gostaria de aproveitar a oportunidade para convidar todas as mulheres que já jogam poker (e também as que não jogam) a se juntar a nós no ranking desse ano, que está repleto de novidades e prêmios incríveis! Dizer ainda, que mais do que disputar os prêmios do Ladies, convido a todas as simpatizantes do Poker e conhecer esse trabalho repleto de paixão que vocês fazem a frente da Queens of Poker, pois tenho certeza que as mulheres que ainda não conhecem se apaixonarão pelo Poker e pelo trabalho que vocês realizam!

Leonardo Baptista, Lizia Trevisan e Fabrício Murakami no BSOP Millions 2015.
Leonardo Baptista, Lizia Trevisan e Fabrício Murakami no BSOP Millions 2015.

Queens of Poker 2016: parceria BSOP

Em 2014 quando criamos esse projeto não tínhamos ideia se teríamos algum êxito. O pensamento é que nós, mulheres, tínhamos que nos unir e organizar para que tenhamos crescimento no poker. A verdade é que o Queens of Poker superou todas as nossas expectativas, tanto pelo apoio como pelo carinho das meninas.

Mas tão importante quanto o apoio das meninas é o da comunidade do poker, pois sem ele não conseguiríamos gerar oportunidades, tampouco iniciaríamos o nosso terceiro ano de existência.

Representamos menos de 5% do Field, criar do zero um projeto específico para um grupo ainda pequeno é um grande desafio. Batemos de “porta em porta” sempre buscando reais oportunidades de inserção e crescimento/aprendizagem. Sempre tivemos a preocupação de não deixar o projeto virar uma distribuidora de brindes. Nesses dois anos os prêmios concedidos sempre visaram o aprimoramento do jogo através de livros da Raise Editora, coachings com jogadores profissionais, vagas para grandes torneios online e live, incremento de bankroll. Essa preocupação vem de encontro ao objetivo do projeto, pois acreditamos que só teremos resultados importantes com estudo, experiência e volume, conseqüentemente o crescimento numérico, proporcionando que mais mulheres tenham contato com o esporte através de tantas jogadoras que nos inspiram.

É com muito orgulho que anunciamos que o BSOP é nosso mais novo patrocinador! Serão cinco vagas para o Ladies Event do BSOP Millions 2016 para as melhores colocadas do nosso Ranking!

LOGO BSOP

Convidamos a Lara Bruno Machado Campos, Diretora de Operações do BSOP, para falar sobre a parceria. Aproveitamos para agradecer a ela, pois desde o início nos incentivou, nos atendendo sempre com o profissionalismo e simpatia que são suas marcas registradas! Se nós perseveramos é graças a pessoas como você. OBRIGADA!

Lara Bruno Machado Campos, Diretora de Operações do BSOP
Lara Bruno Machado Campos, Diretora de Operações do BSOP

 

Conte-nos um pouco de sua história, quando e como conheceu o poker, como é trabalhar num dos maiores eventos do mundo, quais atividades exerce.

Lara: Eu conheci o poker no início de 2009. Nesta época, eu já trabalhava com eventos há algum tempo e havia feito uma pós-graduação no tema. Fiquei feliz em ser convidada pelo Igor Federal para organizar o “Prêmio Flop” pelo grupo Superpoker e foi aí que tive os primeiros contatos. Depois disso, ajudei a organizar a parte de produção do torneio 750K.

A minha experiência no mercado de eventos e os primeiros contatos positivos com torneios fez com que o pessoal do BSOP enxergasse uma oportunidade de me trazer para tocar a produção do evento.

Hoje sou a responsável por toda a produção e logística do evento, incluindo o planejamento e execução de tudo o que não é relacionado a poker mas, sim, ao evento em si.

 

O primeiro torneio Ladies  foi no Millions de 2011, com um total de 69 Jogadoras, a campeã  Fabiana La Foz ganhou R$ 5.250,00, em segundo lugar Kelly Zumbano e terceiro Lilian Costa.
O primeiro torneio Ladies foi no Millions de 2011, com um total de 69 Jogadoras, a campeã Fabiana La Foz ganhou R$ 5.250,00, em segundo lugar Kelly Zumbano e terceiro Lilian Costa.

 

Por que o BSOP fez do Ladies Event um torneio de sua grade regular, já que anteriormente somente em algumas etapas ocorriam?

Lara: O BSOP foi aumentando o número de torneios em suas etapas de forma bem gradual. Sempre notamos que muitas mulheres acompanhavam maridos, namorados e amigos nos torneios, mas tinham receio de se inscrever para disputar. O poker é um esporte mental que não limita a participação de ninguém. Jovens e pessoas mais velhas podem disputar de igual para igual, pessoas com deficiências físicas disputam. Oras, se é um esporte da mente, porque teríamos pouquíssimas meninas disputando em pé de igualdade com os garotos?

Por isso, no “Millions” de 2011, fizemos uma primeira experiência de um torneio 100% feminino. A experiência foi um sucesso e passamos a repetir em algumas etapas. Inicialmente duas vezes por ano.

Depois, em 2014, resolvemos adicionar o torneio à grade de todas as etapas. Hoje o Ladies é um torneio regular em nosso calendário e de lá ele não sai.

Mesa final do Ladies Event do BSOP Millions 2015. Field record de 164 jogadoras, total arrecado de R$ 61.630, 00. A campeã foi Elide Miyashiro de Abreu que ganhou R$ 14.330,00.
Mesa final do Ladies Event do BSOP Millions 2015. Field record de 164 jogadoras, total arrecado de R$ 61.630, 00. A campeã foi Elide Miyashiro de Abreu que ganhou R$ 14.330,00.

 

 

O que as meninas que desejam jogar o Ladies Event podem esperar do torneio? O que a organização preparou para 2016? Como ocorre em alguns países, homens podem participar?

Lara: Sempre procuramos formatar os torneios para quem efetivamente participa. Como nas etapas regulares do BSOP (excetuando-se o Millions), os torneios paralelos invariavelmente ocorrem nos mesmos dias do Main Event, a grande maioria das participantes do Ladies acabam sendo jogadoras que estão acompanhando alguém ou que querem ter uma primeira experiência com um torneio de poker. Isso porque as profissionais, em geral, continuam brigando pelo Main Event ou High Rollers. O Ladies muitas vezes é a porta de entrada para as mulheres no live.

Por este motivo, o torneio tende a ter uma estrutura de 1 só dia. Porém, damos a ele um cuidado especial para que também não seja algo muito rápido e que tire o prazer de jogar um bom poker, além dos mimos de sempre que preparamos, especialmente para elas.

No BSOP apenas aceitamos inscrições de mulheres no Ladies.

Presentes paras as Ladies.
Presentes paras as Ladies.

IMG_4539

IMG_4564

 

O poker é um esporte democrático, onde homens e mulheres jogam em condições igualitárias. Qual a importância de um torneio exclusivamente feminino?

Lara: A importância é muito grande! O poker é um esporte no qual a maioria dos participantes são homens. Mas isso é só porque a maioria das mulheres ainda não descobriu o quanto ele é simples de se aprender e o quanto que nós, detalhistas natas, conseguimos extrair de vantagem.

O Ladies tem justamente a importância de apresentar um novo mundo para novas praticantes sem que elas tenham que se sentir intimidadas num mundo com uma maioria tão grande de homens.

IMG_0448

IMG_1564

 

O que motivou a parceria com o Queens of Poker?

Lara: A perseverança das organizadoras em fomentar o grupo para a adesão de novas praticantes foi definitiva!

Fico muito feliz em poder contribuir e espero que a maioria das meninas percam o receio de disputar os torneios de poker. Mulheres são tão boas jogadoras quanto os homens e não existe razão para não querer sentar-se às mesas e buscar o bracelete. Duas já fizeram isso no M.E. do BSOP… ainda faltam mais vitórias nossas!

O BSOP está de braços abertos para receber a todas as competidoras.

Para gringo ver.

Sobre o episódio da “batida” policial numa casa de poker, na tarde de quarta-feira, 18/03/2015 em São Paulo, motivada pela denúncia de turistas estrangeiros que supostamente teriam perdido muito dinheiro no clube.

Não é proibido cash, não é proibido poker. O fato é que não há legislação, o que resta é a interpretação dos juízes.

Independentemente da posição de qualquer pessoa, se é contra ou a favor do poker, como cidadã e contribuinte me sinto uma palhaça quando vejo uma notícia dessa. Trinta viaturas, quarenta homens, muito sensacionalismo de uma mídia que tem como objetivo secundário informar, mais parece uma pseudo celebridade baixando o nível para obter mais exposição.

E nós jogadores de poker e não jogadores, pagando por isso. Enquanto isso meu marido foi assaltado, meu filho, meu sócio. Alguém foi preso?! Não. Mas dois ônibus foram necessários para transporte dos cem jogadores que foram levados para a delegacia enquanto a sociedade sofre com a violência galopante.

A questão aqui deixou de ser poker. Se querem fazer algo contra ou a favor do poker, que se faça no âmbito da lei.

As autoridades podem e devem atuar, o fato é que um circo foi montado, só que neste espetáculo nós somos os palhaços.

Literalmente: Para gringo ver.

Lízia Trevisan

Os tipos de jogadores que as mulheres encontram nas mesas.

É sabido que há diversas nomenclaturas para classificar os jogadores de poker no que tange ao estilo de jogo.

Mas a que proponho aqui é para ilustrar o comportamento dos homens quando há mulheres nas mesas. Algumas meninas podem sentir-se intimidadas em participar de eventos live justamente pelo número reduzido de mulheres. Quero tentar transmitir um pouco da minha experiência.

O pró: serve também para os regulares. Esses pintam um alvo na tua testa no quesito roubo de blinds. Temos a fama de “ultra tight”, então prepare-se para muita ação, principalmente quando estiver no BB. A ideia é que não enfrentarão muita resistência aumentando pré flop, somente quando a oponente estiver no topo do range. Se perceber que um malandro está fazendo isso, 3bet na cachola dele, use da imagem de mulher. Comigo já não dá certo faz tempo, acho que tenho cara de mentirosa ou dou muito tell – o que seria bom se viesse valor para mim com mais frequência do que o Cometa Halley.

O pavão: são uns fOfOs. Sempre gentis e educados, puxam conversa e tendem a não se envolver em mãos contigo. O fato de serem atenciosos não quer dizer que estão te cantando; alguns homens são por natureza “pavão”, sentem necessidade de se sobressair sobre os demais “machos”, exibindo-se para as mulheres afim de monopolizar a sua atenção. Como eles querem mantê-la na mesa, cuidado redobrado quando estiverem disputando uma mão. Se estão envolvidos, tem caroço nesse angu! Há uma variação desse tipo que tenta fazer charminho ao mesmo tempo em que arma AQUELA trap.

O flopeiro: com esses tu pode tiltar. Pagam os teus aumentos na maldade com quaisquer duas cartas, geralmente baixas, para te quebrar. Com a imagem “ultra tight” da mulher o plano é acertar um board baixo, que não conecte com o range da agressora. Mesmo se não acertarem, acreditam que podem puxar o pote blefando. Já ouvi falinha como “vejamos se eu consigo quebrar o teu par”. Pior é que conseguiu, call com J2s, flush runner runner. Eu tinha QQ. Maldita memória de elefante!

O tiozão: não se engane, não tem idade. São indiferentes a nós. Muito limp/call, de AA a 54. É um tipo de flopeiro, só que passivo pré flop. Quando betam ou donk betam, pode crer que acertaram. Cuidado quando tomarem 3bet. Perdi um pote grande com AQo por causa de kicker (o indivíduo limpou AK). Todo castigo para quem “limpa” AK é pouco, mas não foi dessa vez…

O Neanderthal: ao contrário do que afirma a comunidade científica, eles não estão extintos, creia. É uma espécie que acredita que o último lugar do mundo em que uma mulher deve estar é numa mesa de poker. São grosseiros, mal educados e podem chegar a ser desrespeitosos. Infelizmente, já tive algumas experiências. Ouvi coisas como “gosto de jogar contra quem sabe, não com quem só enfeita a mesa”. O fato é que para eles é inaceitável perder para uma mulher. Eu acredito que a melhor resposta seja na mesa, jogando e tirando as fichas da criatura. Mas se as indiretas virarem diretas e ultrapassararem o teu limite de tolerável, peça para que o dealer chame o floor/diretor de torneio e explique a situação. O poker é antes de tudo um evento social, deve ser divertido e prazeroso. Não é justo que tirem isso de você ou de qualquer jogador. A boa notícia é que são burros e farão de tudo para te tirar da mesa, uma ótima oportunidade para fazer fichas. Aconselho que apostem por valor contra esses oponentes porque, minha amiga, eles vão te pagar, ahhhh vão!

O Marido: para os casais, parceiros no poker, ocasionalmente cairão na mesma mesa. Aqui és tu quem manda. Pensa nisso como uma extensão da tua casa. Se ele for do tipo rebelde, nada que uma noite no sofá não resolva. “Meu marido. Meu amor. Encare isso como licença poética”. =*

O restante: quer suas fichas, como os anteriores.

O live para mim é diversão, meu momento de descontração depois de uma semana de trabalho, de rever os amigos, de dar e levar bads e rir em ambas as situações.

Convenhamos, a variância no live é absurda e fazer volume é difícil. Então, divirta-se!

Lízia Trevisan

Torneio CT Super Poker e Queens of Poker

BANNER

Desde a criação do Queens of Poker sempre buscamos parcerias que proporcionem oportunidades de crescimento para as mulheres no Poker. É com muita alegria que anunciamos a parceria com o CT Super Poker, a melhor escola online de poker!

Para lançar nossa nova parceria, torneio especial com 100 dólares garantidos mais uma assinatura mensal do CT Super Poker para a campeã!

Torneio EXCLUSIVO para mulheres!

Todas as meninas que jogaram o nosso Ranking de 2014 já estão aptas para inscrição no torneio.

LOBBY

Quem ainda não participou de nenhum de nossos eventos, participe do nosso grupo no Facebook e solicite o convite para os nossos torneios e fique por dentro de nossas promoções!

Link grupo https://www.facebook.com/queensofpokerbr

Fanpage https://www.facebook.com/queensofpokerbr

Twitter @queensofpokerbr

Liga Millions Queens of Poker

Quer jogar o BSOP Millions? A Liga Millions Queens of Poker premiará a campeã com o buyn do Main Event que terá 5 milhões garantidos em premiação! Segunda e terceira colocadas ganharão o buyn do Ladies Event do BSOP Millions que terá 30K garantidos!

Serão quatro etapas aos domingos, nos dias 19/10, 26/10, 02/11 e 09/11/2014. As campeãs serão definidas pela somatória de pontos de todas as tapas.

Confira o regulamento e participe!

 

Regulamento Geral 

  1. O Betmotion Poker disponibilizará uma série de quatro torneios semanais em que as jogadoras melhores classificadas somam pontos para Ranking, chamado Liga Millions Queens of Poker.
  2. Os torneios são no formato de Freebuy, podendo participar qualquer jogadora que tenha uma conta ativa no Betmotion Poker. O buyn será free, rebuys USD 2 (2 dólares para 2 mil fichas) ilimitados na primeira hora, mais add-on de USD 2 (2 dólares para 4 mil fichas). Inscrição tardia até o final da primeira hora/final do rebuy.
  3. As etapas ocorrerão nos dias 19 e 26 de outubro e 02 e 09 de novembro, sempre aos domingos às 18h00 (horário de Brasília).
  4. O sistema de pontuação para os jogadores respeitará o seguinte critério:

Pontuação

  1. O critério que determinará as ganhadoras será os pontos acumulados nas etapas.
  2. Em caso de empate de pontos o critério de desempate será o número de mesas finais que cada jogadora empatada fizer. Caso o empate persista, será analisado o desempenho em termos de posições nas mesas finais para determinar a ganhadora.
  3. Betmotion Poker e Queens of Poker poderão divulgar, a seu critério, o apelido e nome das jogadoras, bem como a classificação e mãos jogadas por qualquer jogadora a título de informação nos meios que achar mais adequado. Poderá ainda solicitar uma foto para a divulgação da competição e/ou algum depoimento e/ou entrevista.
  4. Inscrição: Os torneios serão para convidadas. As participantes deverão ser membros do Grupo Queens of Poker no Facebook e através deste canal informar nome e nickname no Betmotion Poker, observando a devida antecedência. Informar no dia do evento não garantirá a participação no mesmo. O ranking é aberto somente para pessoas do sexo feminino.
  5. Premiação do Ranking: a Campeã ganhará o buyn do Main Event do BSOP Millions no valor de 3 mil reais, cortesia do Igor Trafane “Federal”, Presidente da CBTH, 2ª e 3ª colocadas ganharão buyn do Ladies Only com 30K garantidos no valor de 460 reais, cortesia do Betmotion. Os eventos ocorrerão entre os dias 25/11 e 03/12/2014 em São Paulo. As Campeãs jogarão os eventos caracterizadas com bonés, patches ou camisetas do Betmotion Poker e Queens of Poker.
  6. Os prêmios acima descritos não poderão ser trocados ou substituídos por dinheiro. Caso a(s) ganhadora(s) não possam comparecer ao evento, a premiação será revertida para a jogadora que tenha galgado a posição imediatamente posterior a(s) referida(s).
  7. No caso de existir um jogador do sexo masculino, os prêmios não serão concedidos. Poderão ser solicitados documentos oficiais com foto.